sexta-feira, 5 de novembro de 2010

soul

devia ser "aportuguesada" essa palavra. hoje as frases estão em início de caixa baixa para compensar o pulso em alta.

vou escrever sobre você, mas conto de mim. é single, mas a perdição pede s no final, ou seja talvez você sejam memórias, presenças ou ideias castanhas, morenas, loiras e afins.

1. é sério que você pediu para ele subir as escadas na busca de tirar o cheiro do sabonete e brilhar no suor os cristais salgados à ponta da língua?

2. não me fale da sua camisola de seda se não puder trazê-la para minha cama.

3. tire seu cheiro daqui de perto. pois, se eu arrancar um pedaço em mordida será por justa causa.

4.  se esse lábio canta tão bem que verso preciso para cantá-lo de novo?

5. por quê tanta vaidade se você não tem uma fantasia?

6. para encerrar. guardo no retrato vc molhada em vinho e a mancha na cama. seu cabelo sobre o rosto enrubescendo a vergonha e sofejando gotas de delírio.

soul... essa semana necessito de tim maia na veia. e preciso sobreviver para pagar as contas no dia seguinte.

Um comentário:

  1. Adoro seus posts da madrugada, são tão inspirados e inspiradores... ;)

    ResponderExcluir